Cigarro: grande vilão da saúde ocular

 

Oftalmologista explica que as substâncias tóxicas do tabaco contribuem para o surgimento de diversos problemas de visão

 

Engana-se quem pensa que o cigarro prejudica apenas os sistemas cardiovascular e respiratório. Poucas pessoas sabem, mas o tabaco é extremamente danoso aos olhos. Isso porque ao inalar o fumo, as substâncias tóxicas presentes nele são transportadas para a corrente sanguínea, chegando assim a diversos órgãos do corpo, inclusive aos olhos. O oftalmologista do  Visão Hospital de Olhos, Dr. Bruno Prieto, ressalta que o tabagismo contribui para o surgimento de doenças oculares, como cataratas, glaucoma, degeneração macular, síndrome do olho seco, entre outras. Segundo o médico, para proteger a visão, o indicado é manter hábitos de vida mais saudáveis e consultar um especialista regularmente.

Confira os principais problemas:

Surgimento e agravamento do glaucoma

Estudos indicam que o hábito de fumar pode levar ao aumento da pressão intraocular, o que contribui para o desenvolvimento do glaucoma, uma das doenças que mais causam cegueira no mundo. “No caso de pacientes em tratamento do glaucoma, o cigarro pode agravar o quadro e descontrolar a doença, pois o tabaco colabora para o enrijecimento das paredes das veias, dificultando a circulação sanguínea nelas”, esclarece Dr. Bruno Prieto.

Piora da síndrome do olho seco

A exposição à fumaça do cigarro ajuda a diminuir a lubrificação ocular, levando ao ressecamento dos olhos. Além disso, os químicos contidos no tabaco também podem alterar a composição da lágrima. “O fumo modifica a qualidade do filme lacrimal, reduz a produção de lágrimas e causa sensibilidade da córnea e da conjuntiva. Tudo isso agrava a síndrome do olho seco, obrigando assim o paciente a ir mais vezes ao médico e a usar colírios com mais frequência”, reforça o oftalmologista.

Riscos a quem usa lente de contato

Fumantes que usam lentes de contato têm mais riscos de desenvolver ceratite ulcerativa, um tipo de infecção na córnea que provoca visão turva, fotofobia e sensação de corpo estranho no olho. “É importante lembrar que além da irritação e do desconforto ocular causados pela fumaça, os elementos tóxicos podem contaminar as lentes, acarretando problemas mais sérios ao paciente”, observa Dr. Bruno.

Surgimento de cataratas

Estima-se que fumantes tenham 40% mais chances de desenvolver cataratas, a principal causa de cegueira reversível no mundo. Dr. Bruno Prieto explica que isso acontece porque as
substâncias químicas do tabaco reduzem a irrigação do globo ocular, o que pode provocar uma degeneração do cristalino e levar ao surgimento da doença. “Sabemos que o tabagismo
aumenta em, pelo menos, duas vezes o risco de catarata. Os componentes inalados alteram o metabolismo do cristalino, fazendo com que ele fique opaco mais rapidamente”, comenta.

Aceleração do processo degenerativo da mácula

A degeneração macular é um problema que resulta na perda da visão central e que pode levar à cegueira. Um alerta importante é que tabagistas têm de duas a três vezes mais chances de
desenvolver essa doença, pois o cigarro acelera a oxidação do organismo e favorece o acúmulo de componentes tóxicos nas camadas mais profundas da retina.

Fique de Olho

A tireóide é uma glândula com uma função essencial para o nosso corpo.

A tireóide é uma glândula com uma função essencial para o nosso corpo, ela regula o ritmo e funcionamento de diversos sistemas. Seu mau funcio...

Olhos podem mudar de cor?

Você deve conhecer alguma pessoa que parece ter olhos que mudam de cor.

Esse estranho fenômeno não é apenas uma impressão, pois nem sem...

Acompanhe nossas novidades, promoções e dicas!

ACOMPANHAR
João Luiz Pacini Costa - Oftalmologista e Diretor Técnico Médico - CRM 3862-DF
facebook
twitter
youtube
instagram