Procurando por algo?

Experimente fazer uma busca, é rápido e facil.

Buscar agora
Chat
Online
(61) 3038-8001

Atualmente vivemos um período de evolução tecnológica acelerada, na qual sonhos que outrora pareciam distantes, se tornam realidade. A última grande novidade para o tratamento de pacientes com retinose pigmentar, com acuidade visual de percepção luminosa, ou pior em ambos os olhos é a possibilidade da implantação de um chip na retina.

Uma câmera posicionada estrategicamente em um óculos especial capta a imagem do ambiente, envia estas informações a um computador portátil, que as processa e as envia via wireless para os eletrodos do chip implantado na retina, o qual estimula os fotorreceptores remanescentes que enviam os impulsos elétricos para o córtex poder interpretar esta imagem.

A imagem gerada para o paciente ainda é rudimentar, mas em ambientes onde há contrastes extremos, como o preto e o branco é possível distinguir estas diferenças. Na verdade, o primeiro passo já esta dado, e esperamos que nos próximos anos esta tecnologia evolua e proporcione a restauração da visão em indivíduos cegos.

Texto: Dr. Rafael Yamamoto – Visão Institutos Oftalmológicos

Fique de Olho

O fenômeno é razoavelmente conhecido como “ilusão de luminosidade”.

O fenômeno é razoavelmente conhecido como “ilusão de luminosidade”, e explicado nessa imagem clássica, tirada da Wikipédia:

Na fot...

Mudanças de hábitos rotineiros podem indicar problemas na visão.

Pessoas com mais de 40 anos, devem estar atentos aos sinais que os olhos expressam, como perda de visão, abandono de hábitos rotineiros (leitura ...

Menopausa pode aumentar a incidência de problemas oculares

Você sabia que a menopausa afeta também a saúde ocular? Durante este período, que normalmente inicia-se aos 45 anos, o organismo feminino passa...

Acompanhe nossas novidades, promoções e dicas!

ACOMPANHAR
João Luiz Pacini Costa - Oftalmologista e Diretor Técnico Médico - CRM 3862-DF
facebook
twitter
youtube
instagram